24
Mar 13
publicado por Zara Costa, às 12:54link do post | comentar | partilhar

Bem, sinto-me mais completa do que nunca neste momento no que diz respeito à prática de actividade física. Sinto que atingi finalmente o equilíbrio que tanto tempo desejei, resultante de um intenso esforço por encontrar uma modalidade que me fizesse sentir eu mesma, que me desse prazer e que efectivamente garantisse resultados. Estou absolutamente fã e adicta do Tae Bo, sim, nunca pensei que a minha escolha passasse por aqui, mas passou, e sinto-me muito bem comigo mesma por isso. Treino de manhã, todos os dias, durante 1h, excepcionalmente treino também à tarde o mesmo período de tempo ou então vou correr. A minha alimentação é que anda um relaxe total. Não quer dizer que ande péssima, porque na realidade não anda! Já não há compulsão alimentar, existem as trocas alimentares inteligentes, existe a preferência pelo mais saudável, existe um alguém quase completo que vai sendo dia após dia construído. Ontem, fiz uma receita do blog da Joana  , algo que na realidade nunca havia experimentado e que o boy passava os dias a implorar para que fizesse, francesinhas. Utilizei ingredientes saudáveis, foi divertido cozinharmos juntos, e no final fiz um comentário que sei que o deixou muito orgulhoso de mim, "Sinto que estou a criar um novo eu, sinto-me feliz". Ele sorriu e apertou-me a mão com força, ai que lamechas, como eu o amo.

Sinto porém, que o regresso da prática de actividade física intensa, que nos últimos anos da minha vida havia abandonado, me alertaram para o facto de que uma alimentação mais cuidada e fraccionada possibilitam muito melhores resultados e que fazem com que o meu esforço saia efectivamente recompensado. Foi a pensar em tudo isso e sobretudo graças à enorme força de vontade que se tem apoderado de mim, que quero mudar-me, que quero reconstruir-me. Não quero de forma alguma dizer: "Ah, não vou comer, tenho de focar-me na dieta, não, não vou tocar em 1 grama de açúcar!", se me apetecer, como! Não como o bolo inteiro, como uma fatia, não como um prato cheio, como o suficiente, não como uma tablete de chocolate, como dois quadrados. Sim, este já é o início da minha nova vida, do meu espírito renovado. Quero partilhar convosco o meu plano para cada uma das refeições diárias e as opções alimentares que fazem parte de cada uma delas (Pequeno almoço, almoço, jantar, snacks, ceia). Quero ainda apresentar-vos o meu IMC, as minhas pesagens, os meus objectivos, a minha força, a minha luta! Vens?

AQUI: ,

mais sobre mim
Estou a ler...
um longo caminho para casa
arquivos
pesquisar neste blog
 
Bem-vindos!
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

29
30