19
Dez 12
publicado por Zara Costa, às 21:10link do post | comentar | partilhar

Bem, eu já tinha falado aqui no blog sobre o meu ódio a dietas absolutamente restritivas. Eu acho que essas dietas são um autêntico atentado à felicidade humana, fazem mal ao nosso organismo e ainda para mais, na esmagadora maioria das vezes, o peso perdido regressa pouco tempo depois. Mas sou sincera, hoje fiquei assustada quando a minha barriga me pediu candys e cookies às seis da tarde... Eu não gosto de comer doces todos os dias, não é que haja algum problema em fazê-lo desde que com moderação, já que não me encontro em dieta, no entanto é um hábito saudável que tenho e que gostava de manter. Eu já passei por episódios muito traumáticos durante o processo de perda de peso por que passei há algum tempo atrás e não quero repeti-los. Eu visto o tamanho XS, mas não pensem que sou esclética, longe disso, tenho é um corpo verdadeiramente estranho! Tenho 1,60 metros (muito baixinha, eu sei...) e peso 48,5kg (antes dos ataques de 2ª feira e de hoje aos doces...), não tenho cintura por natureza, o meu corpo é recto (não gosto nada disso, nunca gostei e dificilmente algum dia gostarei!). Hoje, quando comprei o macaco na zara gostei verdadeiramente de me ver com ele, senti-me confiante, no entanto, tenho perfeita consciência de que para o género de look que pretendo envergar menos um ou dois quilos era aconselhável. Não quero dizer com isto que esteja gorda, não nada disso, é tudo uma questão de autoconfiança! Eu conheci o M ainda durante o meu processo de emagrecimento (eu já pesei 58kg, há 3 anos atrás), ele conheceu todas as minhas manhas para não almoçar com ele, para rejeitar um pedaço de bolo de chocolate ou fatia de pizza, ele "emagreceu" comigo. Ao início insistia muito para que eu comesse, mas com o tempo isso foi passando, ele aceitou as minhas pancadas e, no fundo, eu também aprendi a viver assim. A realidade é que eu não fui feliz durante todo esse tempo! É agora que me sinto bem, porque apesar de não estar tão magra como já tive, sou feliz porque como aquilo que me apetece, dentro da minha mentalidade saudável claro. Tudo isto fez-me crescer muitíssimo e foi difícil chegar ao ponto de hoje ter ido almoçar uma pita shoarma com o meu namorado e roubar-lhe batatas fritas e maionese, muito difícil, mas consegui. Muito mais tenho ainda para conseguir, especialmente quando vejo aproximarem-se alturas em que inevitavelmente exponho mais o meu corpo: passagem de ano, carnaval... Eu tinha combinado com a minha mente saudável que ia evitar os doces nestes dias até às festas, para depois moderadamente poder provar tudinho, mas como estou de férias a minha barriguinha tem-se andado a portar mal, ai tem tem. Por isso mesmo amanhã vou desintoxicar o meu organismo e prepará-lo para o "healthy mode" em que me quero manter até sempre! Claro que de uma forma muito mais intensa até segunda porque preciso mesmo de caber nas minhas aquisições para o Natal e para a passagem de ano! No natal, ui, não há filhós, bolo escuro, arroz doce, mousse ou torta a que resista, nem pensar! Eu posso e vou comer na ceia de natal, no dia de natal, na passagem de ano e no ano novo, está dito! É sempre bom termos uma desculpa para comer coisinhas boas mas para isso é preciso que o nosso organismo se prepare, física e psicologicamente. Amanhã e sexta vou optar por um regime mais restrito porque isto anda a descambar, no fim-de-semana voltamos às comidas saudáveis, típicas, normais, aconchegantes, que marcam os meus doces dias de pessoa activa, saudável e feliz! Um esforçozinho só faz bem ao espírito.


 

AQUI: ,

mais sobre mim
Estou a ler...
um longo caminho para casa
arquivos
pesquisar neste blog
 
Bem-vindos!
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16

23
24
25
26
27
28
29

30
31